Zé Carlos marca na estreia, mas Criciúma empata com o Tubarão

Tigre saiu na frente, mas sofreu o empate na etapa final de jogo

Por Redação 11/03/2018 - 22:15 hs

 

Zé Carlos reestreou com gol, mas o Criciúma ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético Tubarão na noite deste domingo (11), no estádio Heriberto Hülse, pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense. Com o resultado, o tricolor carvoeiro fica em 7º lugar no torneio, com 13 pontos. 

Primeiro tempo

O Atlético Tubarão se sentiu em casa nos primeiros minutos de jogo, isso porque os dois lances iniciais de jogo foram dos visitantes. No primeiro minuto, Everton Júnior arrancou, tirou o marcador e no risco da meia-lua arriscou o chute, porém, a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, o Peixe voltou assustar. Desta vez com Índio, ele ficou com o rebote e tentou um chute colocado, a bola parou no travessão de Luiz.

Aos 10, Marcos Vinícius cobrou falta no lado esquerdo e Luiz, com as pontas dos dedos, afastou o perigo.

A primeira investida do Criciúma veio aos 14. Sueliton cruzou na área e Canavesio botou a mão na bola e o árbitro Leandro Messina Perrone marcou a penalidade. Na cobrança a meia-altura no canto esquerdo, o goleiro Belliato fez uma bela defesa e mandou para a linha de fundo.

Seis minutos depois de o Tigre perder o pênalti, os donos da casa tiveram mais uma penalidade a favor. O lateral-direito Sueliton cabeceou e a bola bateu na mão de  Jean. O estreante da noite, Zé Carlos pegou a bola, pediu para cobrar e não desperdiçou. O atacante bateu no lado direito e o arqueiro do Peixe caiu para o esquerdo, abrindo o placar.

O Peixe buscou a resposta aos 26. Após cobrança de falta na área, Batista cabeceou, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Os donos da casa quase ampliaram o placar com Nino. Após cobrança de escanteio de Elvis, o zagueiro subiu sozinho e cabeceou, mas a bola saiu pela linha de fundo. No lance seguinte, o Tigre teve mais uma chance. Depois de trocar passes, o Criciúma chegou na área com Elvis, ele tocou para Maílson que arriscou o chute e a bolapassou muito perto do poste direito.

Aos 42, o time carvoeiro quase ampliou. Após contra-ataque Maílson arrancou do meio-campo e deixou três marcadores para trás, entrou na área, mas não caprichou na finalização e o goleiro Belliato fez a defesa.

O Tubarão quase empatou com Batista, que arriscou o chute e novamente parou no travessão do arqueiro Luiz.

Os minutos finais foram agitados no Heriberto Hülse. O Tigre teve a última oportunidade da etapa inicial. No contra-ataque, o lateral-direito Sueliton entrou na área e chutou forte, mas a bola subiu e foi para fora.

Segundo tempo

O Criciúma voltou diferente para a etapa final. Deixou o confronto ainda no intervalo o lateral-esquerdo Eltinho e entrou Enzo.

Logo no primeiro minuto, o Peixe assustou o Criciúma. Marcos Vinícius cruzou pela esquerda e Batista, sozinho dentro da área, chutou e a bola subiu demais.

O Peixe empatou a partida aos 17. O zagueiro Nino não afastou a bola na entrada da área e índio recuperou, passando para Daniel Costa, que driblou a marcação e igualou o marcador na saída de Luiz.

A segunda substituição do Criciúma veio aos 23. Deixou o gramado Elvis e entrou Alex Maranhão.

Os visitantes quase viraram o duelo aos 30. A bola veio na direção de Índio, que sozinho dentro da área se atirou, mas não alcançou. A resposta do Tigre veio em seguida. Alex Maranhão cobrou falta na medida para Zé Carlos, que sozinho, dentro da pequena área, cabeceou sem força pela linha de fundo.

A última substituição do Tigre foi aos 34. Saiu Zé Carlos e entrou Lucas Coelho.

A última oportunidade do confronto foi do Criciúma. Aos 38, Alex Maranhão arriscou um chute de perna esquerda, o goleiro Belliato fez uma ótima defesa e afastou o perigo.

O próximo compromisso do Tigre é na sexta-feira (16), às 19h15, no estádio Heriberto Hülse, diante do Brusque, pela 14ª rodada do Campeonato Catarinense.